O desafio dos contadores sobre a contabilidadae digital
gráfico.jpg

O desafio dos contadores sobre a contabilidadae digital


A contabilidade digital é também conhecida pelos nomes de contabilidade virtual ou contabilidade 2.0.


As mudanças ajudaram na integração dos fiscos, Receita Federal, postos fiscais e Previdência. A padronização das obrigações acessórias busca a eficiência dos processos fiscais e de controle, além de ter como meta a desburocratização por meio da eliminação de redundância nas declarações e consequentes ganhos e benefícios para as empresas.

Esperava-se que 2020 fosse um marco, mas com certeza a pandemia acelerou um processo que já estava acelerado, se isso é ainda mais possível.

Em 2013, estudos provenientes da renomada Oxford University diziam que havia uma probabilidade de 94% de contadores serem substituídos por inteligência artificial. Sete anos depois, há um entendimento que é essencial que o profissional da contabilidade seja dinâmico e flexível para se adaptar aos caminhos tecnológicos, mas que não serão eles por enquanto a substituir seus serviços.

Automatizar tarefas não é o fim do mundo. Abre possibilidades para que o profissional habilidoso tenha mais tempo para o que interessa, agregando valor ao seu serviço e não na execução de tarefas mecânicas.

O mercado e seus desafios

Atualmente o Conselho Federal de Contabilidade possui mais de 70 mil contadores registrados, um mercado bem competitivo sem dúvida. Mas com um potencial para quem for aberto às mudanças.

Mais do que aprender a usar ferramentas digitais, esse é um momento de transformação cultural que requer aos profissionais de contabilidade pensar em como ampliar o seu portfólio de serviços.

No final de 2019, pesquisa divulgada pela Pequenas Empresas & Grandes Negócios, divulgada que seis de cada dez PMEs do País usavam o programa Microsoft Excel ou outros serviços de planilha para gestão contábil. E 15% ainda usavam papel e caneta.

Em contrapartida regiões como Holanda e Reino Unido, por exemplo, a digitalização da contabilidade das PMEs é de 60% e 40%, respectivamente.

Um dos caminhos para assumir esse mercado é ter um papel de contador e consultor. Afinal, a pesquisa apontou que um dos maiores desafios das PMEs é o entendimento da legislação brasileira que ainda é muito complexa.

Além disso, conhecer as ferramentas digitais contábeis que estão sendo lançadas será essencial. E para fechar temos a Lei Geral da Proteção de Dados que também passou a vigorar no País.

Posts Relacionados